sábado, 24 de junho de 2017

Filmes | Estreias de julho, agosto e setembro | 2017

Nenhum comentário:
Olá! =D

Chegou a hora de fazer o resumão dos filmes que vão estrear nos próximos meses e, vou te dizer, tem muito filme bom vindo por aí! E outros nem tanto. Vamos dar uma olhada?

::: JULHO :::

  • Homem-Aranha: De volta ao lar - 06/07/17

O amigão da vizinhança, o herói que ganha filme novo praticamente todo ano, está de volta! Dessa vez sob a atuação de Tom Holland - o garotinho de O impossível e No coração do mar.

Depois que a Marvel/Disney conseguiu fazer um acordo com a Sony (que tinha os direitos do personagem no cinema), o Homem-aranha pôde, enfim, integrar o mesmo universo que os personagens de Os vingadores e fez sua estréia oficial no filme Guerra Civil, lançado no ano passado.

Nesse filme, após participar de uma aventura com os heróis mais velhos e experientes, e receber a ajuda tecnológica de Tony Stark, Peter Parker precisa voltar às origens e impedir o plano maligno do vilão Abutre.

  • Carros 3 - 13/07/17

Esse é para quem gosta de desenho e para quem gosta da franquia Carros. Para mim, sinceramente, já se tornou irrelevante. Pixar, vamos conversar: sequências não são sua especialidade.

Nesse terceiro filme, o nosso herói, Relâmpago McQueen sofre um acidente durante uma de suas corridas e corre o risco de ter que se aposentar das corridas para sempre...

Coitado...



  • Transformers: o último cavaleiro - 20/07/17

Olha, eu até gostava da franquia no primeiro e segundo filmes, mas depois perdi o interesse... mas tem quem goste.

Nesse, o herói se torna vilão e teremos muitas explosões e Anthony Hopkins (!!!!!!!!!!!!???????????).

É engraçado: o diretor pediu pra sair, o antigo protagonista diz que odeia a franquia, o atual protagonista disse que não volta... CHEGA, NÉ?




  • Dunkirk - 27/07/17

Filme de guerra escrito, produzido e dirigido por ninguém mais, ninguém menos que Christopher Nolan (da trilogia Batman Begins, A origem e Interstelar).

Eu não sei vocês, mas eu gosto desse diretor e não tenho motivos para duvidar que esse seja mais um grande filme. A história se passa durante a Segunda Guerra Mundial, durante a invasão de Dunquerque.






::: AGOSTO :::
  • Planeta dos macacos: A guerra - 03/08/17

Eu quero muito ver esse filme. Acompanhei toda a franquia até aqui e não tenho nada que reclamar até agora. Adoro essa história e as questões que ela levanta.

Esse é o último filme da trilogia, que promete encerrar com a história que já conhecemos desde... bom, há bastante tempo. Mas nunca se sabe quais surpresas essa narrativa nos reservas, não é mesmo?

César e seu grupo é obrigado a entrar em uma guerra que não desejavam. Após várias perdas em batalha, ele precisa ir contra seus instintos iniciais e partir para a vingança.

  • Annabelle 2: A criação do mal - 17/08/17

Um artesão tenta superar a perda da filha acolhendo uma freira e dezenas de meninas em sua casa... porém, ele e a esposa precisam lidar com os estranhos eventos causados por uma antiga criação dele: Annabelle.









  • A Torre Negra - 24/08/17

Muito bem, taí um filme difícil de explicar. Para começo de conversa, você precisa saber que é um filme de Stephen King. Depois, precisa saber que é uma "adaptação" de uma de suas obras mais importantes, a série de livros de mesmo nome, com 7 livros e 1 spin-off; Terceira coisa que você precisa saber é que o filme é, na verdade, uma continuação dos livros.

Ou seja, eu só li os dois primeiros livros da série, então não sei o que achar desse filme. Vou assistir por causa do Rei e porque a série merece uma adaptação... mas não sei.

Resenha de O pistoleiro.


::: SETEMBRO :::

  • It - A Coisa - 07/09/17

Em setembro, mês do meu aniversário, teremos mais um filme do King (AKA meu autor favorito) e também a adaptação do meu livro favorito: It, a Coisa. Fiz a resenha desse livro em 31 de outubro de 2015.

O livro foi dividido em duas partes, o que achei muito bom. Na primeira parte, um grupo de sete crianças descobre que há um monstro atormentando a pequena cidade de Derry, onde vivem. Como eles parecem ser os únicos a notar a ameaça, eles decidem enfrentá-la com tudo o que têm: esperança.

É o filme que estou desesperadamente-roendo-a-unha para ver. Chega logo setembro!

  • Kingsman: O Círculo Dourado - 28/09/17
Esse é o segundo filme da franquia, que tomou o mundo nerd de assalto em 2015. Adaptação de uma HQ de Dave Gibbons e Mark Miller.

Nessa sequência, o quartel-general da Kingsman é destruído e o mundo é mantido como refém. Os agentes então descobrem a existência de outra agência, americana, chamada Statesman, com quem eles se unem para salvar o mundo de um inimigo em comum.

sábado, 17 de junho de 2017

Filme | Recomendação | Filmes com dança - Parte 1

Nenhum comentário:
Olá você! =D

Hoje vim recomendar alguns dos meus filmes preferidos sobre dança. E olha que não são poucos. Eu gosto de assistir filmes de dança porque, como falei no último post, eles fazem parte da minha vida desde que eu era pequenina, não sabia ler, nem falava inglês... O que nos leva já para a primeira indicação...

1) Dirty Dancing - Ritmo Quente

Recentemente, eu vi que o canal americano ABC faria um remake de Dirty Dancing para a TV. Eu, como fã do filme, não achei que seria lá uma grande ideia, mas tentei ser otimista. Meses depois, o filme saiu e... o público americano não pareceu gostar muito. Eu ainda não vi, então não posso opinar; mas ouvi as novas versões das músicas antigas e as novas músicas da trilha sonora e, pelo menos nesse quesito, posso dizer que aprovei.

Mas essa indicação é sobre o filme de 1987, com Jennifer Grey e Patrick Swayze, um dos clássicos obrigatórios para quem gosta de dança. No filme, Baby (Grey) vai passar as férias de verão com sua família em uma pousada. Lá, ela conhece Johnny (Swayze), por quem se sente atraída... mas é completamente ignorada.

Isso até que a parceira de dança de Johnny precisa se afastar por causa de uma gravidez indesejada, e Baby é a única pessoa disponível para substituí-la - mesmo que na verdade ela não saiba dançar e haja pelo menos outras 30 mulheres dançando na pousada. Okay, não vamos nos aprofundar muito nesse ponto...

O que vale mesmo nesse filme são as danças, e particularmente a dança final, ao som de (I've had) the time of my life, música ganhadora do Oscar de melhor canção original. Mas minha música preferida, mesmo é She's like the wind escrita e interpretada por Swayze.

(Só para constar, o filme tem uma continuação chamada "Dirty Dancing - Noites de Havana", que eu não achei tãããão ruim assim... apesar de também não ser boa. Se é que me entendem).


2) Vem dançar

Okay, muita gente colocaria aqui o filme Dança comigo, com Richard Gere e Jenifer Lopes, mas hey... eu prefiro Antonio Banderas.

Esse é só mais um daqueles filmes em que um professor consegue mudar o destino de seus alunos através de suas aulas. Nesse caso, um professor de dança ajuda adolescentes problemáticos durante o tempo em que eles devem passar na detenção. É baseado em fatos reais e é aquele tipo de filme bobo que todo mundo gosta de ver, mas não admite.


De quebra, esse filme também tem aquele casalzinho que se odeia, mas que tem uma química irresistível. Minha cena preferida, no entanto, não tem nada a ver nem com esse casal, nem com o Banderas... mas com um tango bem "diferente" que tem no final do filme.


*****

;)

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Lista | Casais que eu shipo - parte 1 | Com spoiler

3 comentários:
Olá! =D

Com o dia dos namorados se aproximando, eu achei que estava na hora de falar um pouco sobre os meus ships OTP só porque eu posso! huauahuahuaha


Ah, mas você sabe o que são ships e OTP? Vamos às definições:

  • Ship - Vem da palavra em inglês relationship. São os casais de livros, filmes, séries, quadrinhos ou até pessoas reais, que você curte. Com ou sem motivo, com ou sem sentido.
  • OTP - Ou One True Pairing é o seu casal preferido, aquele que você torce para acontecer, que faz você sofrer e imaginar e correr atrás de fanfics. Ou não... depende da sua idade mental. Mas ainda assim, o seu OTP nada mais é que o seu casal preferido.

Eu não consigo ter apenas um OTP. Ou pelo menos, tenho um em cada história que acompanho. Em Harry Potter, o bom e velho Romione. Em Jogos Vorazes, Everlark (porque a outra opção de nome para a junção dos nomes de Peeta e Katniss é muito bizarra para ser citada aqui...

O que me lembra de mais um detalhe importante quando falamos de ship: os "ship names". Que geralmente são a junção do nome de um personagem, com o nome de seu par romântico na história. Pode ser tanto o primeiro nome, quanto o sobrenome, isso depende do que soar melhor. Porque Peeniss nunca vai ser melhor que Everlark.

Bom, mas porque falar tudo isso, se posso apenas começar a listar meus casais favoritos? Vamos à lista???

Aviso: Esse post vai falar de casais que se tornaram canon, ou seja, confirmados e, portanto, haverá muito spoiler por aqui.

1.
Origem: Livro
Título: Orgulho e preconceito
Ship: Darcy e Lizzy


Eu não poderia deixá-los de fora dessa lista, por razões óbvias. É um dos meus casais favoritos e já falei sobre eles uma dezena de vezes aqui no blog. É tão óbvio que eu nem ligo de já ser uma resposta sem graça. Eles precisavam estar nessa lista!

Darcy e Lizzy são um dos casais mais clássicos, que praticamente definiram a estética dos pares que se odeiam no início, mas que acabam se apaixonando no final. E quem não gosta disso que atire a primeira pedra.

Na história, Lizzy é uma jovem de vinte e um anos, em idade para se casar, que não aceita muito bem os padrões da sociedade em que vive. Não que ela seja uma jovem lá muito rebelde. Está mais para uma jovem "cheia de personalidade". E, quando sua irmã mais velha se apaixona pelo jovem Bingley, Lizzy conhece por tabela o arrogante Fitzwillian Darcy. Os dois não se bicam no início e no fim... bom, no fim...

Eu gosto TANTO desse casal, que shipo todas as versões dele que já encontrei por aí:

A versão do livro, que já citei aqui.
A versão do filme de 2005, pela qual conheci a história e o casal...
A versão da série da BBC...


E a versão da websérie, The Lizzie Bennet Diaries que é só amorzinho... Link.


(A versão de Orgulho e preconceito e zumbis é uma ofensa, mesmo que eu nem tenha lido/assistido).

2.
Origem: Livro
Título: Naruto
Ship: NaruHina - Naruto e Hinata


Mais um dos meus ships favoritos! Eu não sei se já falei deles aqui no blog, mas lembro que foi uma das primeiras vezes em que eu realmente me envolvi com um casal. Esse é o casal em que um deles secretamente ama e admira o outro e, um belo dia, as coisas acontecem. Levou 15 anos, mas chegamos lá!

Naruto é uma criança solitária com um passado sombrio e todos na Vila de Konoha o evitam. As outras crianças o tratam como um estorvo, porque é assim que seus pais o tratam também. Menos Hinata. Ela o observa de longe, o admira e torce por ele em silêncio. Durante ANOS. Mas Naruto é um garoto fofo, carinhoso e eventualmente aprende o que é amor...

Sofri muito por esse casal, acompanhando-os por 7 longos anos! Até que finalmente fui recompensada =D.

3.
Origem: Livro
Título: Harry Potter
Ship: Romione - Rony e Hermione



Ah, Soraya. Mas só tem ship óbvio aqui! Sim e sei que já falei desse casal algumas vezes. Porém, tente entender: eu tenho que tirar os óbvios do caminho para fazer as partes 2, 3... 10, dessa lista! kkkkkkkk

Pois bem, esse casal é dos amigos que se apaixonam. Eles também brigam bastante durante anos, mas são principalmente amigos. E tenho que admitir, Hermione tem que gostar MUITO do Rony para aguentar seus muitos defeitos (mesmo assim eu adoro ele).

Bom, vocês provavelmente conhecem Harry Potter tão bem quanto eu e não vou me estender nesse tópico.

4.
Origem: Filme
Título: Dirty Dancing
Ship: Johnny e Baby



Esse sim, foi meu primeiro ship! Quando eu, minha irmã e minha prima íamos para a casa da minha avó, às vezes ficávamos no quarto das minhas tias assistindo a filmes como Cinderela, A branca de neve, O cão e a raposa, Em busca do Vale Encantado, A incrível jornada e... Dirty Dancing. É, pois é.

Éramos CRIANÇAS, o filme era legendado, e EXTREMAMENTE inapropriado. Está certo que na hora certa uma das minhas tias aparecia para "adiantar" a fita e nos poupar da parte "picante", mas francamente, o nome do filme em português é Ritmo quente, o que é um grande eufemismo, para dizer o mínimo.

Esse é o casal "Garota boazinha, mas rebelde; Cara bad boy, mas de bom coração".

Johnny é um instrutor de dança de uma colônia de férias onde Baby (Frances) vai passar o verão com sua família. Ela começa a ter aulas de dança com Johnny e o resto é história...

5.
Origem: Filme
Título: 10 coisas que eu odeio em você
Ship: Kat e Patrick


Aaaah, você realmente achou que eu não viria com essa? Huauhaua Foi o primeiro casal de muita gente da minha geração. Isso com certeza. Esse é o casal que aconteceu "por causa de uma aposta".

Esse filme é um tanto complexo de resumir em poucas palavras, sem perder detalhes importantes. Eu duvido que alguém na faixa dos 20 e poucos, como eu, não conheça esse filme... É ótimo demais para assistir apenas uma vez.

Patrick aceita sair com Kat por dinheiro, para que Cameron possa sair com a irmã dela, Bianca... e tem o personagem do cara que gosta da Bianca, que é quem paga o Patrick, e os amigos do Cameron, e... aaaahhh!!! Para mim, essa é a comédia romântica adolescente definitiva. Sem mais

******

E você? Quais seus casais favoritos do cinema, da TV, dos livros e dos quadrinhos? Ou será que você secretamente shipa um casal real??? ;)

sábado, 3 de junho de 2017

Filme | Série | Assistidos em abril e maio | 2017

Nenhum comentário:
Olá pessoas!!! C=

Bom, hoje vou falar das muitas coisas que assisti nesses últimos dois meses, durante os quais estive bastante distante dos livros... e várias outras coisas. Vamos lá?

::: FILMES :::


1) Guardiões da Galáxia - vol. 1

Guardiões da Galáxia vol. 2 foi um filme muito divertido, tanto quanto seu antecessor; nada mais do que o esperado da Marvel. Eu gosto desses personagens e gostei de ver como a relação deles enquanto companheiros de grupo se desenvolveu. Caí de amores pelo Groot mais uma vez, como praticamente todo mundo, sem novidades aqui. A única coisa que não gostei muito é que o filme fica um tanto... piegas... quando começa a abusar do conceito "família". Praticamente todo membro dos Guardiões tem seu momento "ah, nós somos família, temos que cuidar um do outro". É legal, o tipo de história que geralmente me atrai, mas ficou um pouco fora do tom.
O primeiro ainda é o melhor filme da Marvel.


2) Alien: Covenant

A continuação de Prometeus é bastante perturbadora. Se os cientistas não parecem ter trabalhado muito seu bom senso em relação à tocar coisas que desconhecem ou confiar em robôs que claramente não são confiáveis... pelo menos o filme funciona em trabalhar um conceito assustador: e se nossas criações se voltarem contra nós e criarem algo que pode nos destruir?
Pois é... e o final foi tenso...










::: SÉRIES ::::


1) 13 reasons why - 1a temporada

Aqui está a grande estrela da internet nos últimos meses. Chegou sem grande estardalhaço, mas já com uma base de fãs do livro - de mesmo nome - escrito por Jay Asher.
A história fala sobre o suicídio de uma adolescente e como isso afeta as pessoas ao redor dela, especialmente aqueles a quem ela atribui a culpa por sua decisão.
Antes de cometer suicídio, Hannah decide gravar seis fitas nas quais conta a sua história e nomeia cada um dos "culpados" pela sua depressão e sensação de abandono. Ela deixa as fitas sob a responsabilidade de alguém e pede para que elas sejam ouvidas pelas pessoas a quem elas se referem.
É uma história bem triste, forte e perigosa. Muita gente não recomenda que alguém já com problemas de depressão assista, pois há muitos gatilhos: depressão, suicídio, assédio sexual, estupro, violência, etc.


2) Sense8 - 2a temporada

Agora, a parte difícil desse post. Eu nunca escondi que sou muuuuito fã dessa série. Era a minha favorita e passei meses esperando para que saísse a segunda temporada (meses, porque cheguei atrasada no fandom). Fiquei toda feliz quando lançaram o especial de natal de duas horas.
A segunda temporada não trabalhou tanto a relação entre os personagens, preferindo investir em "mitologia" do que significa ser um sensate...
Infelizmente, a série não funcionou com muita gente e acabaram cancelando, para a minha enorme tristeza. Cancelaram a série depois de um final de temporada com um gancho GIGANTESCO para a terceira... que nunca virá. Isso se  chama dor!

3) A panda e o ouriço

Caso você não saiba, na Netflix tem uma porção de dramas sul coreanos e japoneses para você conhecer. A maioria são bobinhos e lembram muitos as novelas mexicanas que a minha geração costumava ver no SBT. Só que com uma cultura totalmente diferente.
A trama de A panda e o ouriço não é aquelas maravilhas, logo dá pra sacar para onde estamos todos indo, mas mesmo assim... é tão fofinho.
Pan Da Yang é dona de uma confeitaria à beira da falência. Go Seung-Ji é um jovem confeiteiro tentando se provar. ;)
São só 16 episódios. Rapidinho, rapidinho.





4) Meninos antes de flores

Esse foi culpa da minha irmã. Apesar de estar na Minha Lista há vários meses, foi minha irmã - a quem eu apresentei os dramas coreanos - que me convenceu a assistir.
Jan-Di é uma adolescente que está prestes a iniciar em uma escola nova. Uma escola para alunos ricos e mimados. Lá, ela conhece o F4, um grupo formado pelos 4 herdeiros mais ricos da Coréia do Sul, que mandam no colégio (um deles é filho da dona). Clichezão pra não botar defeito.
Porém, a história é realmente lindinha, os meninos são bem mais do que a fama deles. E o que eu mais gostei: é uma história de amizade, amor e almas gêmeas. Minha única crítica é a protagonista. O clássico menina-doce-ingênua-cheia-de-marra, que já estamos cansadas de ver, e só fazendo besteira.

*****

Mas e você, leitor? O que fez com seu tempo útil nesses meses que passaram?