sábado, 28 de janeiro de 2017

HQ | Lista | Minha coleção de HQs | Lidas e por ler

Nenhum comentário:
Olá você! Hoje vim falar de mais uma das minhas paixões no campo da leitura: os quadrinhos.

Eu comecei a ler quadrinhos como todo mundo, pela Turma da Mônica. Cheguei a ter uma coleção grande de revistinhas, porque minha mãe fez a assinatura, mas com o tempo, elas ficaram paradas aqui em casa e resolvi doar para a creche assistencial da igreja que minha mãe frequenta.

As histórias de super heróis, por sua vez, conquistaram espaço no meu coração com os antigos filmes do Batman - Batman para sempre, Batman e Robin. Eu adorava aqueles filmes, embora não me arrisque a assisti-los de novo, para não ter aquele choque e perceber que eram horríveis.

Batman foi, portanto, meu primeiro super herói e todo o seu universo e a Bat-família estão entre os meus favoritos até hoje. Incluindo Nightwing (Dick Grayson) e Batgirl (Barbara Gordon), que são meu OTP do mundo dos quadrinhos :P



Enfim, ao longo dos anos, meu gosto foi se definindo mais para o lado da editora DC Comics, muito mais por causa do acesso fácil que tinha a suas HQs do que por causa de gosto. Oficialmente, o único quadrinho da Marvel comics que eu li foi Demolidor - Diabo da guarda, de Kevin Smith. E parou por aí. O meu noivo ficou de me emprestar Dinastia M, mas até agora, nada kkk...

Mas quero falar especificamente das HQs que tenho aqui em casa, cuja maioria foi dada a mim por um amigo da família que já não tinha onde guardá-las. Não que eu tenha onde guardá-las, mas boa vontade não me falta.

São elas:

Marvel Comics:



1. Marvels - parte 2 de 4
2. Marvels - parte 3 de 4
3. Marvels - parte 4 de 4
Sim, eu não tenho a parte 1 dessa saga, escrita por Kurt Busiek e desenhada por Alex Ross... Mas eu li as três que eu tenho e são maravilhosas. Se alguém souber onde consigo a parte 1, por favor, faça uma blogueira muito feliz e me diga nos comentários :D

DC Comics:



1. Superman 7: As muitas mortes do Super-Homem
2. Superman 16: É bom ser rei!
3. Batman: O filho do demônio - Jerry Bingham e Mike W. Barr
4. Um conto de Batman: De volta à sanidade - parte 1 de 4 - J. M. Dematteis, Joe Staton e mais
5. Um conto de Batman: De volta à sanidade - parte 2 de 4
6. Um conto de Batman: De volta à sanidade - parte 3 de 4
7. Um conto de Batman: De volta à sanidade - parte 4 de 4
8. Batman: O livro dos mortos - Tomo I - Doug Moench
9. Batman: O livro dos mortos - Tomo II
10. Batman e filho - Grant Morrison
11. Batman e Robin - Grant Morrison
12. Batman n. 700 - O tempo e o Batman - Grant Morrison
13. O retorno de Bruce Wayne - Grant Morrison
14. Batman: A piada mortal - Alan Moore
15. Batman: Justiça Digital - Pepe Moreno
16. Batman: O Messias - parte 1 de 4 - Jim Starlin
17. Batman: O Messias - parte 2 de 4
18. Batman: O Messias - parte 3 de 4
19. Batman: O Messias - parte 4 de 4
20. Um conto de Batman: Veneno - parte 1 de 5 - Dennis O' Neil
21. Um conto de Batman: Veneno - parte 2 de 5
22. Um conto de Batman: Veneno - parte 3 de 5
23. Um conto de Batman: Veneno - parte 4 de 5
24. Um conto de Batman: Veneno - parte 5 de 5
25. Batman 39: Planeta Prisão
26. Batman 18: Contágio
27. Um conto de Batman: Tao - parte 2 de 2 - Alan Grant e Arthur Ranson
28. Um conto de Batman: Gangues - parte 2 de 2 - Steven Grante e Shawn McManus
29. Zero Hora 4 - O começo do fim!
30. Zero Hora 3 - Crise no tempo!
31. Zero Hora 1
32. Superman 21: Lois Lane - A nova inimiga do Homem de Aço!
33. Superman 22
34. Batman: As dez noites da besta - Jim Starlin e Jim Aparo
35. Batman: Dia das bruxas - Jeph Loeb e Tim Sale
36. Batman: Gritos na noite - parte 1 de 2 - Archie Goodwin e Scott Hampton
37. Batman: Gritos na noite - parte 2 de 2
38. Batman: Silêncio - parte 1 - Jim Lee e Jeph Loeb

Crossovers:



1. Batman vs Predador I - parte 1 de 3 - Dave Gibbons, Andy Kubert
2. Batman vs Predador I - parte 2 de 3
3. Batman vs Predador I - parte 3 de 3
4. Batman vs Predador II - parte 1 de 4 - Doug Moench
5. Batman vs Predador II - parte 2 de 4
6. Batman vs Predador II - parte 3 de 4
7. Batman vs Predador II - parte 4 de 4
8. Batman / Juiz Dredd - Julgamento em Gothan - parte 2 - Alan Grant, John Wagner e Simon Bisley
9. Batman / Juiz Dredd - Vingança em Gothan - Alan Grant, John Wagner e Cam Kennedy
10. Batman: Coringa e O Máskara - Henry Gilroy
11. DC Comics vs Marvel Comics - parte 1 de 4 - Marz, Jurgens, Castellini, Rubinstein e Neary
12. DC Comics vs Marvel Comics - parte 2 de 4 - David, Castellini, Jurgens, Neary, Rubinstein
13. DC Comics vs Marvel Comics - parte 3 de 4 - Marz, Jurgens, Castellini, Rubinstein e Neary
14. DC Comics vs Marvel Comics - parte 4 de 4 - David, Castellini, Jurgens, Neary, Rubinstein
15. Batman e Dracula - Chuva rubra - parte 1 de 3 - Doug Moench, Kelley Jones, Malcolm Jones III e Les Dorscheid
16. Batman e Dracula - Chuva rubra - parte 2 de 3
17. Batman e Dracula - Chuva rubra - parte 3 de 3

Turma da Mônica:



1. Mônica n. 62 - As fantasias de carnaval
2. Almanaque da Mônica n. 96
3. Almanaque da Mônica n. 94
4. Mônica n. 141
5. Graphic MSP - Turma da Mônica: Laços - Vitor e Lu Caffagi
6. Graphic MSP - Turma da Mônica: Lições - Vitor e Lu Caffagi
7. Turma da Mônica Jovem n. 50 - O casamento do século

Naruto:



1. n. 9
2. n. 10
3. n. 64
4. n. 72

Outros

1. Orgulho e preconceito em HQ - Ian Edginton e Robert Deas



Eu sei que essa coleção tem um peso enorme de HQs de super heróis e, acreditem em mim, eu gostaria que tivesse mais variedade... mas acho que só agora percebi a quantidade absurda de revistas em quadrinhos que tenho aqui... e olha que fui modesta com as da Turma da Mônica.

Eu vou ler todas essas HQs e, assim como tenho feito com os livros, vou colocá-los disponíveis para troca no Skoob. Caso alguém se interesse por uma dessas HQs ou por livros, é só ir no meu perfil e ver se estão disponíveis. Nas próximas postagens, eu vou falar sobre os livros que já estão disponíveis para troca por lá.

=]

Por hoje é só, até a próxima quarta! XD

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Livro | Tag | Livros opostos

Nenhum comentário:
Olá você! <3

Hoje vim responder uma tag, algo que não faço a um tempão. A tag foi criada pelo Bruno, do canal Minha Estante:


Pois bem, a tag é antiga, de 23 de abril de 2013, e consiste em citar dois livros que sejam "contraditórios" entre si. É bem simples e divertida :D

><><><><><><

1) Primeiro livro da sua coleção / Último livro comprado



Ritinha Danadinha - Pedro Bandeira












Sob a redoma - Stephen King












2) Um que você pagou barato / Um que pagou caro:



Twist of fate - Ella Fox (R$ 6,00)












As crônicas de Nárnia - C. S. Lewis (R$ 80,00) - Resenha












3) Com protagonista homem / Com protagonista mulher:



Joyland - Stephen King - Resenha












Carrie, a estranha - Stephen King - Resenha












4) Leu bem rápido / Demorou para ler:



A culpa é das estrelas - John Green (2 dias)- Resenha












O senhor dos aneis - volume único - J. R. R. Tolkien (1 ano)












5) Com capa bonita / Com capa feia:

"Vocês são os sortudos estudantes escolhidos para a 'Battle Royale' desse ano! Parabéns!"

Battle Royale - Koushun Takami - Resenha












A cidade e as serras - Eça de Queiroz












6) Um livro brasileiro / Um livro internacional:



Senhora - José de Alencar












1974 - George Orwell












7) Um livro mais fino / Um mais grosso:



Um país chamado infância - Moacyr Scliar












It, a Coisa - Stephen King - Resenha












Um livro de ficção / Um de não ficção:



Harry Potter e a Ordem da Fênix - J. K. Rowling













O diário de Anne Frank












9) Um livro meloso / Um livro de ação:



Diário de uma paixão - Nicholas Sparks - Resenha












Jogos Vorazes - Suzanne Collins - Resenha












10) Um livro que te deixou feliz / Um livro que te deixou triste:



Orgulho e preconceito - Jane Austen - Resenha












O morro dos ventos uivantes - Emily Brontë - Resenha













Muito amor envolvido nessa última categoria s2 <3

sábado, 21 de janeiro de 2017

Lista | Desejados de 2017

Nenhum comentário:
Olá você! Hoje vim atualizar a minha enorme e nada modesta lista de desejados =D

A lista é grande, mas não é ambiciosa... aceito livros e hqs emprestados huahuahuauhaua

Por causa de problemas no editor de texto do blog, eu tive que apagar o post no qual fazia minha lista de desejados original, mas tudo bem. Muita coisa mudou de lá para cá e essa é a minha lista atualizada =P



>>> Livros:

::: Stephen King ::: 
  • A hora do lobisomen
  • A incendiária
  • A Torre Negra 3: As terras devastadas
  • A Torre Negra 4: Mago e vidro
  • A Torre Negra 5: Lobos de Calla
  • A Torre Negra 6: Canção de Susannah
  • A Torre Negra 7: A Torre Negra
  • A Torre Negra 4.5: O vento pela fechadura
  • Buick 8
  • Celular
  • Corações na Atlântida
  • Desespero
  • Duma Key
  • Insônia
  • LOVE: a história de Lisey
  • Novembro de 63
  • O iluminado 2: Dr. Sono
  • O rapaz do Colorado
  • O talismã 2: A casa negra (com Peter Straub)
  • Pesadelos e paisagens noturnas I
  • Pesadelos e paisagens noturnas II
  • Revival
  • Rose Madder
  • Saco de ossos
  • Trilogia Bill Hodges 2: Achados e perdidos
  • Trilogia Bill Hodges 3: O último turno
  • Tripulação de esqueletos
::: Jane Austen :::
  • A abadia de Northanger
  • Emma
  • Lady Susan
  • Mansfield park
::: Séries :::
  • A hora das bruxas - Anne Rice
  • As crônicas vampirescas 2: O vampiro Lestat - Anne Rice
  • Cormoran Strike 2: O bicho-da-seda - J. K. Rowling
  • Cormoran Strike 3: Vocação para o mal - J. K. Rowling
  • Em busca do tempo perdido 1: No caminho de Swann - Marcel Proust
  • Filhos do Éden 2: Anjo da morte - Eduardo Spohr
  • Hannibal 1: Dragão vermelho - Thomas Harris
  • Jurassic Park 1: Jurassic Park - Michael Chrichton
  • Millennium 1: Os homens que não amavam as mulheres - Stieg Larsson
  • O poderoso chefão 1 - Mario Puzzo
  • O tempo e o vento 1: O Continente - Érico Veríssimo


::: Nacionais :::
  • A hora da estrela - Clarice Lispector
  • As meninas - Lygia Fagundes Telles
  • Capitães da areia - Jorge Amado
  • Diva - José de Alencar
  • Estórias da casa velha da ponte - Cora Coralina
  • Iracema - José de Alencar
  • O quarto de despejo - Carolina Maria de Jesus
  • O quinze - Rachel de Queiroz
  • O romanceiro da inconfidência - Cecília Meirelles
  • Tu não te moves de ti - Hilda Hilst
  • Vestido de noiva - Nelson Rodrigues
::: Mundiais :::
  • A casa dos espíritos - Isabel Allende
  • A cor púrpura - Alice Walker
  • A divina comédia - Dante Aliguieri
  • Agnes Grey - Anne Brontë
  • A guerra dos mundos - H. G. Wells
  • A inquilina de Wildfell Hall - Anne Brontë
  • Americanah - Chimmamanda Ngozi Adichie
  • A montanha mágica - Thomas Mann
  • As intermitências da morte - José Saramago
  • As vinhas da ira - John Steinback
  • Cem anos de solidão - Gabriel Garcia Marques
  • Deuses americanos - Neil Gaiman
  • Dom Quixote - Miguel de Cevantes
  • Ensaio sobre a cegueira - José Saramago
  • E o vento levou - Margaret Mitchell
  • Eu sou a lenda - Richard Matheson
  • Frankenstein - Mary Shelley
  • Graça infinita - David Foster Wallace
  • Grandes esperanças - Charles Dickens
  • Guerra e paz - Liev Tolstói
  • Hibisco roxo - Chimmamanda Ngozi Adichie
  • Jane Eyre - Charlotte Bronttë
  • Mrs. Dallowey - Virginia Woolf
  • O apanhador no campo de centeio - J. D. Sallinger
  • O conde de Monte Cristo - Alexandre Dumas
  • O corcunda de Notre Dame - Victor Hugo
  • Odisséia - Homero
  • O evangelho segundo Jesus Cristo - José Saramago
  • O nome da rosa - Humberto Eco
  • O Planeta dos Macacos - Pierre Boulle
  • O professor - Charlotte Brontë
  • O senhor das moscas - William Golding
  • O Silmarillion - J. R. R. Tolkien
  • Os miseráveis - Victor Hugo
  • O sol é para todos - Harper Lee
  • O som e a fúria - William Faukner
  • Shirley - Charlottë Brontë
  • Terra sonâmbula - Mia Couto
  • Villette - Charlotte Brontë
::: Não ficção :::
  • A jornada do escritor - Christofer Vloger
  • Eu sou Malala - Malala Yousafzai
  • O zen e a arte da escrita - Ray Bradbury
  • Para poder viver - Yeommi Park


>>> HQs

::: Alan Moore :::
  • V de vingança
  • Watchmen
::: Frank Miller :::
  • Batman: Ano Um
  • Batman: O cavaleiro das trevas I
  • Batman: O cavaleiro das trevas II
  • Batman: O cavaleiro das trevas III
  • Sin city I
::: Neil Gaiman :::
  • A Bela e a Adormecida
  • Sandman
::: Mangas :::
  • Death note - Takeshi Obata
  • Gen: pés descalços - Keiji Nakazawa
  • Monster - Naoki Urasawa
  • One piece - Eiichiro Oda
  • Orange - Ichigo Takano
::: Graphic MSP :::
  • Astronauta: Magnetar
  • Chico Bento: Pavor espaciar
  • Piteco: Ingá
  • Bidú: Caminhos
  • Astronauta: Singularidades
  • Penadinho: Vida
  • Turma da Mônica: Muralha
  • Louco: Fuga
  • Papa-capim: Noite branca
  • Turma da Mônica: Força
::: Outras :::
  • Fábulas - Bill Willingham
  • Inescrito - Mike Carey e Peter Gross
  • Nimona - Noelle Stevenson
  • Persépolis - Marjorie Satrapi
  • Scott Pilgrin - Bryan Lee O'Malley
Se alguém souber de livros brasileiros que sejam interessantes, por favor deixar nos comentários, que eu vou dar uma olhada :)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Estreias | De janeiro a março | 2017

Nenhum comentário:
Olá gente bonita! Vim para ajudar vocês a colocar a agenda de filmes em dia... 

1) La la land - Cantando estações - Estréia em: 19 de janeiro:



Eu adoro musicais. Divertidos como Hairspray ou tristes como Os miseráveis, eu sou o tipo de pessoa que compra toda a vide cantante e dançante dos musicais. E, quando descobri esse, com Ryan Gosling e Emma Stone, eu não pude resistir.

Do mesmo diretor de Whiplash, La la land está ganhando vários prêmios pelo mundo a fora, e foi o grande fominha do Globo de Ouro de 2017.

Pelo que entendi, o filme conta a história de Sebastian e Mia, ele um músico de Jazz e ela uma aspirante a atriz. Os dois se conhecem, se apaixonam e tentam fazer a relação dar certo enquanto lutam para fazer sucesso em suas carreiras.

2) Estrelas além do tempo - Estréia em: 02 de fevereiro:



Esse filme conta a história de Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Johnson (Janelle Monáe), três funcionárias da NASA, que ajudaram na corrida espacial, em plena Guerra Fria e enquanto o país (Estados Unidos), enfrentava fortes conflitos raciais.

Eu quero ver esse filme porque o tema me interessa, porque a nossa época pede filmes como esse e porque adoro a Octavia Spencer, que fez a personagem Minny do filme Histórias cruzadas (baseado no livro "A resposta" de Kathryn Stockett).

3) Cinquenta tons mais escuros - Estréia em: 09 de fevereiro:



É, eu sei, eu sei. Os livros são horríveis, o primeiro filme ganhou todas as categorias do Framboesa de ouro de 2016, ou deveria ter ganho, e esse ano a probabilidade é que a coisa seja horrível igual. Mas assim como acontece com Crepúsculo, eu tenho essa estranha fascinação por ele...

Nesse filme, Anastácia impõe sua própria regra: não haverá mais regras. Só que aí, uma ex maluca de Christian aparece e o chefe de Ana se mostra... estranho. É isso.

4) Logan - Estréia em: 02 de março:



E eis que chegamos no primeiro filme de super heróis do ano. O primeiro de muitos. Terceiro e último filme da franquia Wolverine (e da geração X-Men que conhecemos até então), esse filme tem muito o que provar. O primeiro filme, X-men origens: Wolverine, foi ruim. O segundo, Wolverine: imortal, foi melhorzinho. Mas Logan precisa ser um sucesso, para coroar a atuação de Hugh Jackman, com um Wolverine que foi perfeito, se ignorar os filmes ruins solo. Essa será a última vez que Jackman "vestirá esse capuz", então ele, e os fãs, merecem que seja muito bom.

No filme, que se passará no futuro de 2024, quando os mutantes estão em decadência. Uma organização está usando crianças mutantes como assassinas e Logan Wolverine, precisa proteger uma dessas crianças, a pedido do professor Xavier.

5) A Bela e a Fera - Estréia em: 16 de março:



Nem preciso dizer nada sobre isso, né? Nossa Emma Watson, a Hermione, vive Bela, a jovem sonhadora que se muda para a mansão da Fera, para salvar seu pai. O resto é história que todo mundo já está cansado de saber.

6) Power Rangers - Estréia em: 23 de março:



"Power Rangers têm a força. Power Rangers são heróis. Juntos eles fazem um poderoso Megazord. O mundo precisa vocês. Power. Power. Power Ragers"... Essa geração nunca vai saber o que é Sandy e Jr. cantando essa música no Programa do Faustão...

Enfim... Depois de muitos anos sem filmes, e sem nenhum filme que mereça menção, Power Ragers ganhou uma nova versão para os cinemas. Para quem cresceu assistindo Xou da Xuxa aos sábados, o filme vale até pela nostalgia.

O básico da história é o seguinte: cinco jovens encontram artefatos extraterrestres que lhes dão poderes e, juntos, eles vão proteger a Terra da invasão de monstros gigantes.

7) Ghost in the shell - Vigilante do amanhã - Estréia em: 30 de março:



Esse é para quem gosta de animes. Um dos filmes de animação clássicos do mundo nerd ganhou uma versão live action protagonizado por Scarlet Johansson. Sim, mais um filme japonês com protagonista americano. Enfim...

O filme conta a história da Major Makoto Kusanagi, uma ciborgue que combate crimes cibernéticos em uma Tóquio hipertecnológica do ano de 2029, quando o corpo biológico é capaz de se conectar com máquinas.

*****

Ufa! É filme pra caramba daqui até março! E eu quero assistir todos... menos Cinquenta tons no cinema. Ah, não, aí já seria demais... U___U'

sábado, 14 de janeiro de 2017

Livro | Resenha | O morro dos ventos uivantes - Emily Brontë

Nenhum comentário:

(…) Aproximou-se do leito, abriu à força a janela e, enquanto a puxava, pôs-se a soluçar, numa insopitável crise de lágrimas. ̶̶  Vem, Catarina! Oh! Vem  ̶̶  mais uma vez somente! Oh! querida do meu coração, escuta-me afinal, desta vez, Catarina!”

O morro dos ventos uivantes foi o único romance escrito por Emily Brontë, mas foi suficiente para colocá-las entre os maiores escritores da literatura inglesa, e figurando como um dos livros essenciais da literatura clássica mundial.

A obra conta a história do amor trágico entre Catarina Earnshaw e Heathcliff desde o momento em que se conheceram, ainda crianças, até a morte. Durante a maior parte do livro, não há a mocinha perfeita e o mocinho idealizado. Quase todos os personagens são descritos e definidos por suas fraquezas e defeitos, fazendo com que o leitor se sinta tão sufocado quanto os personagens o são pela atmosfera pouco acolhedora de Wuthering Heights (nome da casa em que os personagens vivem, e nome original do livro).

É através da voz de Nelly, uma caseira que conheceu os protagonistas Catarina e Heathcliff desde pequenos, que sabemos da história deles.

Heathcliff foi levado para Wuthering Heights quando criança, pelo patriarca da família Earnshaw, durante uma de suas viagens a negócio. Logo que foi introduzido à residência, foi rejeitado por todos os seus morados, por causa de sua aparência e procedência incertas.

Rodeamo-lo e, por cima da cabeça da Srta. Cathy, lobriguei um menino, sujo, maltrapilho, de cabelos pretos, grande o bastante para andar e falar. Pela cara, parecia mais velho do que Catarina. Entretanto, quando o puseram de pé, limitou-se a olhar em redor, repetindo uma algaravia que ninguém conseguia entender. Fiquei atemorizada e a Sra. Earnshaw estava prestes a pô-lo porta afora.”
(…) soube que o haviam batizado com o nome de Heathcliff. Era o nome de um filho que morrera ainda criança, nome que, desde então, lhe serviu ao mesmo tempo de nome de batismo e de família. A Srta. Cathy e ele estavam agora muito íntimos. Mas Hindley odiava-o! E, para falar a verdade, eu também. Nós o atormentávamos e o tratávamos duma maneira vergonhosa, porque não tina eu bastante juízo para perceber a minha injustiça e a patroa não intervinha jamais a favor dele quando o via ser injustamente tratado”.


Heathcliff e Catarina cresceram como amigos e, cúmplices em tudo, seria natural que em algum momento um sentimento maior os ligasse. No entanto, por ser ele um rapaz sem origem, nome, reputação e dinheiro, Catarina acabou se casando com outro homem, mais conveniente para sua posição privilegiada, tornando-se a Sra. Linton.

A partir desse ponto, a história passa a ser sobre vingança e luto, e o leitor passa a acompanhar a degradação cada vez maior de Heathcliff, e sua determinação em destruir todos que lhe prejudicaram ao longo de sua vida.

Embora primeira descrição do personagem de Heathcliff dê a entender que ele foi uma criatura injustiçada desde o começo, a verdade é que ele não era um garoto fácil de lidar, tampouco detinha-se diante de regras ou conceitos de imoralidade. Rabugento e antissocial desde o princípio, tinha a capacidade de influenciar a pessoa certa a fazer aquilo que queria e usou esse dom para conquistar seu lugar no mundo. No decorrer do tempo, quanto mais desventuras passasse, mais indomável e agressivo tornava-se seu temperamento.



Catarina, por sua vez, era uma moça irritável e orgulhosa, que não suportava quando as coisas não aconteciam a seu modo. Caprichosa, tomava decisões de forma impulsiva e frequentemente queria ser consolada por causa delas.

Na verdade, ela era diferente. Tinha modos que nunca vi em outras meninas. Fazia a gente perder as estribeiras umas cinquenta vezes e até mais por dia. Desde a hora em que descia até a em que se ia deitar, não havia minuto em que não tivéssemos de recear um malfeito de sua parte. Estava sempre em ebulição, a língua sempre em movimento… cantava, ria e atormentava quem não fazia o mesmo. Um selvagem diabinho! (…) Era doida pelo Heathcliff. O maior castigo para ela era ver-se separada dele.”

Hindley Earnshaw, irmão mais velho de Catarina, é um homem que cresceu sentindo-se rejeitado pelo pai e com a certeza de ser Heathcliff o usurpador da devoção que o Sr. Earnshaw lhe devia. Quando assume a liderança da família, faz questão de colocar Heathcliff na posição de servente da casa. Rebaixando-o e humilhando-o como ele próprio se sentiu há tantos anos.

Edgar Linton, marido de Catarina, tem a personalidade mais calma e indulgente, embora tenha seus próprios pecados a responder. Quando criança, ele e sua família trataram de maneiras muito diferentes tanto a Catarina, filha da família vizinha, e Heathcliff, “cigano” delinquente. A rivalidade entre ele e Heathcliff supera a morte.

Ellis Bell, pseudônimo usado por Emily Brontë para publicar o livro.

A narração em primeira pessoa se confunde em mais de uma voz: a do Sr. Lockwood, inquilino da propriedade vizinha, Thrushcross Grange; e sua caseira, a Srta. Helena “Nelly” Dean. Além de breves intervenções de outros personagens, através de diálogos. Portanto, à primeira vista, pode ser difícil acompanhar as constantes mudanças de vozes dentro da narrativa, mas logo o leitor se acostuma.

É preciso ter em mente, desde o começo, que O morro dos ventos uivantes é um romance pessimista e denso, que vai construir a personalidade de seus protagonistas de forma degradante, até que suas escolhas e pecados os levem a encontrar seu próprio sofrimento.

“ ̶̶  Medo? Não! Não tenho nem temor, nem pressentimento, nem esperança da morte. Por que haveria eu de experimentar tais sentimentos? (…) E contudo não posso continuar a viver dessa forma! Sou obrigado a concentrar minha atenção para respirar, a obrigar quase meu coração a bater! (…) Não tenho senão um desejo, para o qual tendem todo o meu ser e todas as minhas faculdades. E eles tenderam para isso há tanto tempo e com tal constância que estou convencido de que ele será satisfeito… dentro em breve… porque ele devorou a minha existência: estou tragado pela antecipação de sua realização (…). Ó meu Deus! É uma luta longa e eu gostaria que ela acabasse!




A história de amor e vingança de Heathcliff, Catarina e Edgar Linton, e Hindley Earnshaw se estende pelos destinos de seus filhos, que vêem suas vidas entrelaçadas de maneira tão intricada, que parece não haver escapatória.

" ̶̶  É uma triste conclusão, não acha?  ̶̶  observou ele, depois de ter meditado um momento sobre a cena que acabava de testemunhar.  ̶̶  Um fim absurdo para meus violentos esforços!"